Vezes ás

“Hold On”, Alabama Shakes

city of lost balloons

Às vezes tenho medo. Medo de que você nunca chegue a sussurrar no meu ouvido que mais que gosta, que se canse dessa combinação de cara lavada e alma confusa e saia por aí. Medo de que eles partam pra onde visitas não são permitidas, principalmente antes que vivam tudo que assinamos em nosso contrato de sangue. Meda das subtrações e partidas, das perdas. Medo de que o tempo reduza, estacione e vire pó sem nosso consentimento ou percepção, que a vida sufoque e a meia dúzia se torne -1. Se você soubesse como eu tenho medo às vezes…

Às vezes me sinto estupidamente feliz. Feliz por todas as coisas que colorem o caminho. Feliz pelas palavras de açúcar queimado, pelos sorrisos espontâneos e gargalhadas genuínas. Feliz pelas dádivas, sentindo toda aquela gratidão a Ele, eles, você e os demais pelos travesseiros de algodão doce e belezas da vida. Você não imagina como eu posso ser ridiculamente feliz às vezes!

Às vezes tenho raiva. E logo fico triste. Raiva do injusto inalcançável, que ata as mãos sem vendar os olhos. Raiva dos rostos de serpente com suas presas afiadas prestes a inocular futilidades. Raiva da inconstância, da mente que não cala. raiva do fluxo ininterrupto de bobagens, sejam minhas ou dos outros, raiva do silêncio por vezes compulsório. Me entristeço tanto às vezes…

Às vezes fico perdidamente apaixonada. Me apaixono pelos seus milímetros, esquadrinhando e devorando cada um deles (já sei todos de cor). Me apaixono por eles, seus corações imensos sempre com um bolo de cenoura pronto à minha espera. Me apaixono pelas descobertas e aprendizados, pelas pilhas de papel e quilos de anotações. Já te disse que me apaixonar por você às vezes acontece todos os dias?

Às vezes escrevo. Escrevo um amontoado de riscos e pixels, quando crio coragem, onde houver canto. Escrevo quando abandono o coma criativo e acabo juntando umas bobagens, estruturando uns desabafos e pensando em você. Escrevo para que você saiba sem saber e para que eu fale sem falar, mas principalmente para que sintam como é sentir. Engraçado, mesmo que às vezes eu escreva, em você eu penso sempre.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s